LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

.

sábado, 20 de setembro de 2008

VIDA DE CHICO XAVIER EM QUADRINHOS

Será lançada no mês de outubro, pela Ophera Graphica, a revista "A Vida de Chico Xavier", uma versão em quadrinhos da biografia do médium brasileiro. O projeto foi desenvolvido pelo ilustrador italiano Eugenio Colonnese, criador de Mirza, que morreu em agosto de 2008, aos 79 anos. Radicado no Brasil, Colonnese completaria 79 anos no dia 3 de setembro. O motivo de sua morte foi falência múltipla de orgãos.

Colonnese sofreu um desmaio em fevereiro deste ano, quando passava férias com a familia de sua filha Liliana no Guarujá, no litoral paulista. Descobriu-se então que ele estava com o pulmão muito debilitado devido ao intenso consumo de cigarros. Após o seu primeiro internamento hospitalar em fevereiro deste ano, Colonnese realizou uma história em quadrinhos com sua personagem mais conhecida Mirza, e outra de "Morto do pântano". Também concluiu a graphic novel "A vida de Chico Xavier", que será lançada em outubro pela Opera Graphica.

Eugênio Colonnese foi um dos grandes mestres dos quadrinhos mundiais que desembarcaram no Brasil na segunda metade do século XX para consolidar uma tradição tipicamente nacional: as histórias de terror. Italiano de nascimento, com uma longa passagem pela Argentina, migrou para São Paulo. Sua criação mais famosa é a irresistível mulher vampira “Mirza”, que criou em 1967 no Estúdio D-Arte para a editora Jotaesse, de José Sidekerskis. Portanto, dois anos antes da americana “Vampirella”. Com passagens também pelos livros didáticos, especializou-se quadrinhos de guerra e super-heróis. Criou seres fantásticos a partir de seu traço inconfundível que se destaca pelo completo domínio do pincel e da narrativa em preto e branco. Nas duas últimas décadas, manteve intensa produção de quadrinhos para as revistas “Calafrio” e “Mestres do Terror”, de Rodolfo Zalla; e chegou a fazer cinco números das aventuras do herói “Beto Carreiro”, na década de 1980.

0 comentários: